Morin

Crise

”Aqui, precisamos tentar esclarecer o termo crise, que se esvaziou pelo uso excessivo. Mas digamos, primeiro, que o emprego multiplicado da palavra “crise” (crise do progresso, crise da civilização, crise da adolescência, crise do casal, etc.) vem da própria multiplicação dos sintomas críticos... Ao primeiro olhar, a crise manifesta-se não sé como fratura numa continuidade, perturbação num sistema até então aparentemente estável, mas também com o aumento das possibilidades e, portanto, das incertezas. Manifesta-se pela transformação das complementaridades em antagonismos, pelo desenvolvimento rápido dos desvios em tendências, pela aceleração de processos desestruturantes/desintegrantes (feedbackpositivos), pela quebra das regras, pela explosão, portanto, de processos descontrolados que tendem a se auto-amplificar por si mesmos ou a se chocar violentamente com outros processos antagônicos também descontrolados.”
(...) As duas idéias, uma de que a crise tornou-se o modo de ser das nossas sociedades, a outra de que o desenvolvimento comporta em si próprio um caráter de crise, devem ser associadas: (...)
(...) Assim, no que diz respeito às sociedades ocidentais, a crise de civilização, a crise cultural, a crise dos valores, a crise da família, a crise do Estado, a crise da vida urbana, a crise da vida rural, etc., são outros tantos aspectos do ser (que passou a ser crítico) das nossas sociedade, que estão evidentemente ameaçadas pela crise mas também vivem da crise.”.
Para sair do século XX. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 1987.

“Segunda-Feira, 3 de Janeiro (1994) – Telefonema de Sami-Nair. Falei-lhe do meu ceticismo a propósito da nossa crise planetária. O paradoxo consiste no modo como ela engendra deslocações e confusões que impedem de perceber os problemas vitais de cada um e de todos. Depois, quanto mais a minha ‘mensagem‘ de Terra-Pátria me parece indispensável, menos ela é compreendida. Na França, os sistema universitário exclui este tipo de pensamento, que não se encaixa em compartimentos e categorias. Quanto mais o pensamento complexo se torna necessário, tanto mais é rejeitado.”
1994, Um ano sísifo. Diário de fim de século. Publicações Europa-América, 1998, Portugal.

Escreva sobre Crise

Digite o resultado da operação matemática abaixo:



Resultado

mais recentes

o que é?

A seção círculo poético é a espinha dorsal deste site. 64 palavras-chave foram selecionadas pela pesquisadora Nurimar Falci, sob orientação de Morin, para proporcionar um acesso inusitado, lúdico e participativo à obra do pensador francês. As palavras são associadas aleatoriamente aos 64 cubos que formam um cubo maior: clique em "índice" para visualizar a disposição espacial das palavras.

Através do "console" (no canto superior direito, abaixo da faixa vermelha) você poderá navegar para as 6 palavras que fazem "fronteira" àquela em que você se encontra.

Leia o texto de Morin, e escreva sobre a palavra-chave que despertar seu interesse...

cima tras dir esq baixo frente
forma