Morin

Exclusão

“Existiram certamente, dificuldades e grandes sofrimentos e humilhações sofridas pelas imigrantes, vivendo ao mesmo tempo a acolhida, aceitação, amizade, e recusa, rejeição, desprezo, insultos. As reações locais, xenófobas, a permanência de um virulento anti-semitismo não puderam contudo impedir o processo de francização, e, em duas ou mais três gerações, os Italianos, Espanhóis, Poloneses, Judeus do Leste e do Oriente mediterrâneo se integraram no e através da mistura do casamento misto.”

“(...) uma calada tensão, mas preocupante ou de ódio de uma parte e de outra, constitui uma barreira invisivel e forte ao aprofundamento da integração das populações de origem árabe-islâmicas. (...)
Enfim, o medo de uma corrida dos imigrantes pobres do Sul e do Leste numa sociedade direcionada ao desemprego e ameaçada pela crise cria um clima apto à favorecer as rejeições cegas.
A cabeça bem-feita. Anexo 3, Imigração, Integração. Éditions du Seuil, 1999, Paris. Tradução livre de Nurimar Falci, 2001. São Paulo.

“Assim, rompo com o povo eleito, mas continuo no povo maldito. A condição imposta pelo gentio ao judeu é para mim uma experiência irredutível. Meu laço judaico é de trazer em mim o passado e a potencialidade futura de perseguições, expulsões, desprezo e ódio, e é minha maneira de ser fiel a esta memória, revoltar-me contra as perseguições, expulsões, desprezo e ódio cometidos com outros não-judeus e, claro cometidos por judeus. Continuo com os excluídos. Escutando de repente El condor passa, voltou-me a emoção de quando descobri esta música andina em Paris, o que me levou a partir para a América do Sul. A idéia desses índios subjugados, desprezados e humilhados sempre foi cruel para mim. E sinto que um quase – instinto me empurra em direção ao humilhado, ao índio, ao negro, ao palestino.
Meus Demônios, Bertrand Brasil, 1997.

“Como eu sou rotulado de ‘sociólogo’, o crítico especializado exclui que eu seja também e sobretudo não – sociólogo, que eu trate um pouco de tudo, e que eu tenha prazer em anotar e descrever, ou seja de ser também escritor.”
Chorar, Amar, Rir, Compreender. 1º Jan 1995 – 31 jan 1996. Arléa, 1996. Paris. Tradução livre de Nurimar Falci, 2001, São Paulo.

Escreva sobre Exclusão

Digite o resultado da operação matemática abaixo:



Resultado

mais recentes

o que é?

A seção círculo poético é a espinha dorsal deste site. 64 palavras-chave foram selecionadas pela pesquisadora Nurimar Falci, sob orientação de Morin, para proporcionar um acesso inusitado, lúdico e participativo à obra do pensador francês. As palavras são associadas aleatoriamente aos 64 cubos que formam um cubo maior: clique em "índice" para visualizar a disposição espacial das palavras.

Através do "console" (no canto superior direito, abaixo da faixa vermelha) você poderá navegar para as 6 palavras que fazem "fronteira" àquela em que você se encontra.

Leia o texto de Morin, e escreva sobre a palavra-chave que despertar seu interesse...

cima tras dir esq baixo frente
forma