Morin

Solidariedade

“Eu sou sensibilizado pela maneira como formidáveis potenciais de solidariedade podem ser dinamizados pela iniciativa de alguns, e como a solidariedade pode se tornar contagiosa. Um grande problema político, social, humano de nossa época e de nossa civilização está aí: como despertar a pulsão solidária, que assim como a pulsão egocêntrica, faz parte da natureza humana, e isso numa civilização onde a pulsão altruísta é inibida, atrofiada em detrimento da pulsão egocentrica.”
Chorar, Amar, Rir, Compreender – 1º jan 1995 –31 jan 1996, Arléa, 1996, Paris, Tradução livre Nurimar Falci, 2001, São Paulo.

“(...) Após três anos de prisão, um jovem homem tornou-se condutor de reboque de pesos pesados para Équi-Libre (ONG).Ele transportou em condições perigosas os socorros na Armênia e no alto–Karabakh em guerra, atravessando desfiladeiros cobertos de neve a dois mil e quinhentos metros de altitude. Ele recebeu ano passado em San Diego dois grandes prêmios mundiais, um de melhor motorista, o outro como o motorista mais corajoso” por ter assegurado em condições de insegurança e intempéries extremas o encaminhamento para o Caucaso Sul (onze mil quilómetros de ida e volta) de um comboio de mercadorias de primeira urgência, destinadas às populações vitimas da guerra”.
Amar, Chorar, Rir, Compreender, 1er. jan 1995 – 31 jan 1996. Arléa, Paris, 1996. Tradução livre Nurimar Falci, São Paulo, 2001.

“Precisamos fundar a solidariedade humana não mais numa ilusão de salvação terrestre, mas na consciência de nossa perdição, na consciência de nossa pertença ao complexo comum tecido pela era planetária, na consciência de nossos problemas comuns de vida ou de morte, na consciência da situação agônica de nosso fim de milênio.”
Edgar Morin/Anne Brigitte Kern. Terra-Patria, Editora Sulina, Porto Alegre, 1995

Escreva sobre Solidariedade

Digite o resultado da operação matemática abaixo:



Resultado

mais recentes

o que é?

A seção círculo poético é a espinha dorsal deste site. 64 palavras-chave foram selecionadas pela pesquisadora Nurimar Falci, sob orientação de Morin, para proporcionar um acesso inusitado, lúdico e participativo à obra do pensador francês. As palavras são associadas aleatoriamente aos 64 cubos que formam um cubo maior: clique em "índice" para visualizar a disposição espacial das palavras.

Através do "console" (no canto superior direito, abaixo da faixa vermelha) você poderá navegar para as 6 palavras que fazem "fronteira" àquela em que você se encontra.

Leia o texto de Morin, e escreva sobre a palavra-chave que despertar seu interesse...

cima tras dir esq baixo frente
forma